Secretaria Municipal de Saúde

IRACEMÁPOLIS - SP

  
  
Secretaria Municipal de Saúde ' Vereador Alberto Liberato Lucas '
Sede da saúde municipal
Pronto Socorro Municipal (Urgência e Emergência)
Unidade Mista "Santa Cruz"
USF ' Dr. Ângelo Arlindo Lobo '
Unidade Básica de Saúde/Unidade de Saúde da Família
USF ' Maria Neves Alexandrino '
Unidade Básica de Saúde/Unidade de Saúde da Família
USF ' Angelina Platinetti Massari '
Unidade Básica de Saúde/Unidade de Saúde da Família
CESMI - Centro de Especialidades Médicas de Iracemápolis
Especialidades médicas
Unidade Municipal de Fisioterapia ' Geraldo Granço '
Unidade de tratamento Fisioterapêutico
Canil Municipal ' Francisco de Assis '
Canil municipal (Zoonose)
×

Aviso

Erro ao carregar componente: com_zhgooglemap, Componente não encontrado

Elisandra Rizzo - Psicóloga

Ansiedade

Pin It

AnsiedadeEstado emocional de apreensão, preocupação ou inquietação em relação a uma ameaça em potencial, onde nosso organismo entra em estado de “alerta”. Quando estamos em estado de alerta, o organismo libera uma substância chamada, adrenalina ou noradrenalina e elas aumentam a disposição do indivíduo, preparando-o para reagir diante de determinadas situações. Assim você está pronto para fugir ou lutar com a situação nova e adaptar-se a ela.

Como essa é uma situação de luta ou fuga, podemos entender que a ansiedade é uma reação natural e necessária para nossa autopreservação e que em graus mínimos é necessária para nos manter alertas e vivos. O problema acontece quando a ansiedade se torna exagerada ou, generalizada. Nesse caso, ao invés de contribuir com o enfrentamento do objeto de origem da ansiedade ela atrapalha, dificulta ou impossibilita a pessoa de agir, já que ela acaba se tornando uma preocupação excessiva, ou com motivos injustificáveis e   desproporcionais. Tal estado perturba a visão que a pessoa tem a respeito de si mesma e a respeito do que acontece no ambiente.

Uma das maneiras de diferenciar a ansiedade exagerada da ansiedade normal é através do tempo de duração dos sintomas. Uma pessoa que permanece apreensiva, tensa, nervosa por um período prolongado de tempo, ainda que tenha um motivo para estar ansiosa, passa a ter critérios para diagnóstico de ansiedade generalizada. A preocupação com a possibilidade de vir a adoecer com algo grave ou sofrer um acidente embora não existam indicativos de que essas coisas possam vir a acontecer de fato, é o foco mais comum das preocupações das pessoas com ansiedade generalizada. Algumas pessoas temem mais que os entes queridos sofram algum desses males, como os pais, filhos, irmãos ou namorados, do que eles próprios. Estes pacientes estão sempre imaginando situações catastróficas e frequentemente se consideram incapazes de lidar com elas caso realmente venham a acontecer.

Os sintomas mais comuns são: coração disparado, boca seca, enjoos, diarreia, aumento da frequência urinária, suor em excesso, aperto no peito, nó na garganta, medo irracional, pensamentos catastróficos, vômito, gagueira, tensão muscular, dificuldade para respirar, dores no corpo, insônia, irritações dermatológicas, roer unhas, irritabilidade, agressividade e inquietação.

Na ansiedade generalizada não ocorrem necessariamente crises em situações específicas, mas estados permanentes e prolongados de desconforto ansioso. Assim, costuma-se combinar o tratamento psicológico com o medicamentoso. O medicamento receitado por um psiquiatra é importante para que o paciente se sinta melhor e a psicoterapia vai ajudar o paciente a aprender a lidar de maneira saudável com seus medos e com a sua ansiedade exagerada.

Texto elaborado por Elisandra Rizzo – Psicóloga da saúde.

* Se você apresenta vários desses sintomas é importante que você procure ajuda de um profissional de saúde.

 

 

Elisandra Rizzo

 

Elisandra Rizzo

Psicóloga