Secretaria Municipal de Saúde

IRACEMÁPOLIS - SP

  
  
Secretaria Municipal de Saúde ' Vereador Alberto Liberato Lucas '
Sede da saúde municipal
Pronto Socorro Municipal (Urgência e Emergência)
Unidade Mista "Santa Cruz"
USF ' Dr. Ângelo Arlindo Lobo '
Unidade Básica de Saúde/Unidade de Saúde da Família
USF ' Maria Neves Alexandrino '
Unidade Básica de Saúde/Unidade de Saúde da Família
USF ' Angelina Platinetti Massari '
Unidade Básica de Saúde/Unidade de Saúde da Família
CESMI - Centro de Especialidades Médicas de Iracemápolis
Especialidades médicas
Unidade Municipal de Fisioterapia ' Geraldo Granço '
Unidade de tratamento Fisioterapêutico
Canil Municipal ' Francisco de Assis '
Canil municipal (Zoonose)
×

Aviso

Erro ao carregar componente: com_zhgooglemap, Componente não encontrado

Elisandra Rizzo - Psicóloga

STRESS

Pin It

StressO stress é uma reação do organismo diante de situações difíceis ou excitantes.

Geralmente os órgãos trabalham em equilíbrio e quando esse equilíbrio é afetado, ocorre um desconforto físico e mental. Isto acontece, porque os órgãos começam a trabalhar em ritmos diferentes. O coração pode trabalhar rápido demais, ou o estômago trabalhar bem devagar e por isso demorar pra digerir a comida.

Normalmente o stress “procura” o órgão mais vulnerável para se manifestar. Se este órgão for o intestino por exemplo, provavelmente teremos diarreia e quem já tem problema de pressão alta é só ficar nervoso que a pressão vai subir.

Os sintomas do stress podem ser emocionais como ansiedade, dificuldade nas relações interpessoais, timidez, desânimo, insegurança, agressividade, choro sem motivo aparente, tristeza e medos em excesso.

Já os sintomas físicos normalmente são dores abdominais, diarreia, distúrbios do apetite (emagrecimento/obesidade), mãos frias e suadas, coração disparado, dores de cabeça, vômito, gagueira, tensão muscular, dificuldade para respirar, dor no pescoço, distúrbios do sono (insônia/sonolência), irritações dermatológicas, roer unhas, tristeza, irritabilidade, agressividade e inquietação.

Tanto os sintomas psicológicos quanto os físicos podem causar cansaço ao acordar e dificultar a memória.

O stress também pode ter sua causa por fontes externas ou internas. As fontes externas podem ser ocasionadas por mudanças significativas na vida da pessoa. Mudar de casa, de cidade, de escola, perder um emprego, terminar um relacionamento, separação dos pais, brigas constantes em casa ou no trabalho, excesso de responsabilidade, morte na família, hospitalização, doenças, avaliações e mais tantas outras causas que vão depender de pessoa para pessoa.

 

As fontes internas do stress tem mais a ver com a modo de ser da pessoa como insegurança, timidez, desejo de agradar, medo de falhar, não saber dizer não, não saber escutar o não, querer controlar tudo, perfeccionismo, querer a aprovação dos outros e falta de tempo, por exemplo, são algumas situações que podem gerar os sintomas emocionais ou psicológicos e por consequência disso acarretar os sintomas físicos. E é assim que entramos no ciclo do stress, não conseguindo sair dele.

Quando as pessoas apresentam sintomas de stress ansiosos ou depressivos não tratados, seu quadro pode evoluir de stress para ansiedade ou depressão, podendo chegar até mesmo a desenvolver transtorno de pânico, TOC e as mais variadas comorbidades. São essas mesmas pessoas que também podem começar a exagerar no cigarro, bebida e outras drogas para fugir dos seus problemas.

Texto elaborado por Elisandra Rizzo – Psicóloga da saúde.

* Se você apresenta vários desses sintomas é importante que você procure ajuda de um profissional de saúde.

Elisandra Rizzo

 

Elisandra Rizzo

Psicóloga